“Sich entschuldigen”

Padrão

Se tem uma coisa que eu acho bizarra no sistema de ensino alemão é a prática de pedir desculpas/se justificar/se explicar antes de faltar a uma aula ou seminário. Em alemão, sich entschuldigen.

No Brasil eu conhecia a prática do “atestado médico”, que o aluno levava para justificar uma falta APÓS já ter faltado e só se tivesse ido ao médico mesmo.

Por aqui, se você sabe que vai faltar à aula, digamos na quarta-feira, porque tem médico, tem que trabalhar, tem uma entrevista, tá doente em casa ou sei lá o que, a norma manda que você escreva para o professor ou para o secretariado do curso avisando que vai faltar e explicando o o motivo. E eu não estou falando de jardim de infância, estou falando de qualquer curso, inclusive no mestrado. E olha que a média de idade da minha sala é 28 anos!

Quando o professor faz a lista de chamada e o tal aluno não está, ele mesmo já fala “er/sie hat sich entschuldigt” (ele/ela já se justificou, explicou, pediu desculpas). Nunca entendi que diferença isso faz, quero dizer, se a falta deixa de entrar pra cota de faltas permitidas ou se é só uma questão de respeito e educação.

O negócio chega a ser tão sério que quando você acorda mal e não consegue ir à aula você geralmente manda um SMS prum colega de classe e pede pra ele “se desculpar/se justificar” por você para o professor. Eu acho meio bizarro, mas, por via das dúvidas, sempre aviso. Semana retrasada mesmo escrevi pra uma amiga às 7h30 da manhã dizendo que estava mal e não ia à aula. Ela justificou minha falta e pegou todos os hand-outs da aula pra mim.

O mesmo vale se você precisa sair da aula mais cedo. Você vai até o professor antes de a aula começar e explica que precisa sair mais cedo. Outro dia um colega de classe “pegou seu banquinho e foi se retirando de mansinho” 20 minutos antes do final da aula. A professora parou a aula e perguntou aonde ele estava indo, assim, em alto e bom som, na frente de 29 alunos. Juro-te!!! O colega disse que tinha que ir trabalhar, mas, veja bem, não tinha avisado antes. A professora respondeu com olhar fulminante: achei que nesses casos ainda era a norma avisar o docente antes. Juro que tive vontade de perguntar se de repente, só de repente, havíamos voltado pro jardim de infância. Vai saber, né?

Ontem na aula de holandês a professora notou a falta de uma aluna e disse “e ela nem se desculpou. Que estranho.”

Bizarro, né não?

Anúncios

6 responses »

  1. Eu tenho que ligar pra secretaria da escola onde minha filha estuda ou anotar no Hausaufgabenheft. De certa forma, é uma garantia, caso a pessoa deveria ter chegado à escola mas não chegou e também não avisou. Pode estar tudo bem, mas pode ter acontecido algo no caminho. Acho que é mais seguro avisar. Se algo acontecer, a polícia saberá se a pessoa tinha intenção de faltar ou não à escola, caso não apareça na aula.

    • Até aí eu entendo os motivos, Arlete. Faz mesmo sentido. Mas só pra crianças, né? Adultos se desculpando por não ir à aula? Mas bem… cada país com as suas regras sociais, como bem nos lembrou a Tamine! Beijo pra vc e ótimo Natal!

  2. ahahahahah! Nao é bizarro nao…é mais uma regra social alemä, dessas que lubrificam as relacoes sociais aqui, muitas vezes frias.

    • Não deixa de ser uma regra social bizarra.hehe Entendo no caso de crianças e alunos até o Gymnasium, mas depois disso acho bizarro.hehe
      Brigada pelo comentário, Tamine!

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s