E o tempo passa mesmo!

Padrão

Casamento Eva – janeiro de 2012

Eu vim para a Alemanha pela primeira vez em fevereiro de 2003. Embora já tivesse terminado o ensino médio no Brasil, ainda consegui vir no esquema de “intercâmbio estudantil”, então frequentei o colégio aqui por mais um ano – mas sem a obrigação de fazer provas ou fazer lição de casa, já que eu vim essencialmente para aprender o idioma.

Como todo intercambista, eu morei com uma família alemã durante um ano. Morava em uma cidadezinha pequena perto de Bremen, chamada Oyten e estudava em outra cidade pequena próxima, Achim. Eu dei a sorte de ser acolhida por uma família legal, que se tornou uma segunda família pra mim ao longo do meu intercâmbio e nunca deixou de o ser.

Eu tinha um irmão 2 anos mais velho que eu, o Daniel; uma irmã dois anos mais nova que eu, a Eva; e um irmão 5 anos mais novo que eu, o Paul.

Eu cheguei em fevereiro de 2003. O Daniel se mudou para uma cidade perto de Hannover para fazer o Zivildienst dele em agosto e a Eva foi para os EUA no mesmo mês fazer o intercâmbio dela. Ficamos só eu e Paul como “filhos” em casa até eu voltar pro Brasil, pra minha família e casa verdadeiras, em fevereiro de 2004.

Ao longo dos anos nunca perdemos o contato. Trocamos e-mails, cartas e fotos, sempre nos tratando por “pais” e “irmãos”.

Em julho de 2004, o Daniel foi me visitar no Brasil por um mês. Em 2007, a Eva foi passar 2 meses no Brasil entre a minha casa, então em Bauru (SP), e a casa dos meus pais, em Votorantim (SP).

Depois disso ganhei uma bolsa para fazer um curso avançado de alemão em Freiburg no começo de 2009, e vim já no final de 2008 para passar o Natal com eles todos.

Ano passado, quando vim para o mestrado, fui visitá-los em setembro. “Meus pais alemães” estavam comemorando 30 anos de casados, deram uma festa grande e ficaram muito felizes quando souberam que eu poderia participar desse evento da família. Eu fiquei feliz por finalmente conhecer o filho do Daniel, o Lasse, que já tem 2 anos.

Em janeiro desse ano minha “irmã” Eva se casou em Berlim. Fiquei feliz em poder estar presente nesse momento, já que não pude vir ao casamento do Daniel, em 2005.

Daniel e seu filho Lasse – setembro de 2011

Semana que vem vou a Berlim fazer um treinamento de uma semana em jornalismo impresso. Vou aproveitar para visitar “meu irmão” Daniel e “minha irmã” Eva, ambos hoje casados e morando com suas famílias na capital alemã. A surpresa agradável é que tanto a Eva quanto a esposa do Daniel, a Marion, estão grávidas. Os dois bebês, ambos meninos, nascerão entre a metade de outubro e o começo de novembro e eu ainda vou conseguir ver as duas grávidas.

Estava agora há pouco empacotando uns presentinhos que comprei para levar pros bebês na viagem. Fiquei pensando no tanto de coisa que acontece em 9 anos. Meus dois “irmãos” casaram, o Daniel já vai ser pai pela segunda vez e a Eva, que pra mim sempre foi tão “moleca”, vai ser mãe!

Eu fiz faculdade, trabalhei e acabei vindo para a Alemanha mais uma vez para fazer um mestrado.

Não é tudo muito louco?

Onde o tempo foi parar? Como assim eu envelheci e nem me dei conta?

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s