Monthly Archives: Maio 2012

Quando você se torna mais “alemã” do que o necessário

Padrão

Há 5 meses eu escrevi um post aqui criticando “esses alemães” que saem por aí de bicicleta faça chuva ou faça sol.

Eu dizia: “sexta-feira, 9 horas da manhã, 5º C e garoa congelante… Chego no ponto de ônibus e vejo um cara passando de bicicleta com sua super jaqueta impermeável…”. E terminava com: “então me explica por que tornar um dia frio e chuvoso ainda mais penoso ? É Umweltfreundlichkeit demais pra minha pessoa”.

Hoje, 5 meses depois, paguei minha língua. E beeeeem pago!

Quarta-feira, 9 horas da manhã e a seguinte previsão do tempo:

Teimosa que sou (e empolgada com os efeitos que a pedalada diária têm trazido pra minha vida) montei na minha bicicleta e pedalei 4,5km pro mestrado munida de um casaco de inverno normal (não impermeável), sapatos tipo Oxford de camurça e meia fina (!!!!!!!).

Na ida dei a sorte de ter garoado só por uns 3 minutos (dos 20 que levo pro percurso), mas na volta tive que procurar abrigo debaixo de árvores duas vezes pra evitar a chuva forte e vir na garoa fina, pedalando contra o vento e frio o caminho inteiro.

Agora me diga: pra quê?

Lição do dia: não me tornar mais “alemã” do que o necessário. 

Anúncios