Papo de mulher: desvendando mitos

Padrão

Você já deve ter lido em algum dos posts anteriores que essa é a terceira vez que moro na Alemanha. Na primeira vez (em 2003) fiquei um ano, na segunda (2008/2009) três meses e agora já se passaram 7 meses dos 2 anos que vou ficar.

Das outras duas vezes cortei o cabelo pouco antes de vir pra não ter que ir a nenhum cabeleireiro aqui; as unhas passaram a ser só cortadas (afinal, há que se manter a higiene); minhas sobrancelhas foram simplesmente ignoradas e voltaram a crescer livres, leves e soltas; e na depilação eu sempre ia dando um jeito com aqueles produtos do tipo “faça-você-mesma”.

Eis que apesar de todas as histórias desencorajadoras que sempre escutei de brasileiras que moram ou moraram na Alemanha, resolvi vencer meus medos e dar uma chance aos alemães – afinal, não dá pra ficar 2 anos sem cortar o cabelo, fazer a sobrancelha e as unhas e se virar só na depilação caseira. E não é que descobri que a maioria das histórias são frutos de mitos?  

A primeira experiência foi com a sobrancelha. Eu tenho pavor de ficar com sobrancelha fina e por isso quando fui ao salão pela primeira vez não cansava de repetir pra mulher que era só pra ela tirar os excessos. Ficou tão bom que agora vou lá uma vez ao mês.

Mês passado resolvi que aquele corte de cabelo já tinha dado o que tinha que dar e entreguei meus lindos fios negros na mão de uma alemã, que no final era uma espanhola, criada e formada na Alemanha. Ficou simples, mas bom.

Hoje resolvi tentar a depilação com cera num estúdio de uma rede que existe no país inteiro, a Senzera. Confesso que dessa vez eu estava mesmo com medo. Depilar a virilha com cera num salão alemão era uma ideia que me dava até arrepios.

Após ter que responder ao telefone qual método (waxing – cera quente mesmo – ou sugaring – um método novo que usa uma goma de açúcar) e qual estilo de depilação (biquini clássico, brasileiro, americano ou completo)  eu queria, não tinha mais opção: era enfrentar o medo e ir pra sessão de tortura alemã. Aí também uma grata surpresa. É tudo muito mais metódico do que no Brasil (paninho pra higienizar a área, segura a perna assim, abre a perna assado, puxa a pele assim, coloca a mão sei lá onde, creminho pra não sei o que, paninho pra higienizar sua mão – que ajudou na depilação), mas o resultado do tal sugaring foi ótimo e pretendo voltar quantas vezes o bolso permitir.

Agora só me falta tentar a manicure e a pedicure, mas pra isso eu vou ter que trabalhar muuuuuuitas horas a mais, porque colega, ser mulher aqui é caro.

Corte de cabelo sem secagem – 17 euros

Sobrancelha – 11 euros

Virilha – varia entre 20 e 40 euros (sim, só a virilha!!!)

Definitivamente não cabe no bolso de uma pobre estudante como eu… Ó céus, que falta me fazem a Edileine e os pequenos luxos da vida brasileira.

 

Anúncios

4 responses »

  1. Meu Deus se soubesse disso, teria feito um curso de depilação antes de vir morar na Alemanha…

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s