A Alemanha não é mais a mesma

Padrão

Setembro no parque Rheinaue, Bonn

Há 8 anos, quando eu morei na Alemanha pela primeira vez, os trens eram pontuais, o metrô era limpo e organizado, a H&M tinha roupa barata e de qualidade, o verão era em julho, a televisão ainda tinha alguma qualidade, a organização era invejável e o Brasil só aparecia nos jornais durante o carnaval ou em alguma reportagem especial sobre meninos de rua ou favelas.

Morando aqui pela terceira vez, achei que, à parte do mestrado e do estágio, nada seria novidade, afinal, eu já falava a língua, já tinha amigos alemães, já estava familiarizada com a cultura (o que me pouparia os desconfortáveis choques culturais) e  já conhecia o ritmo das coisas por aqui.

Eis que quando cheguei à Bonn, em setembro, fazia um calor de quase 30 graus (hein?). Verão em setembro era uma versão da Alemanha que eu definitivamente não conhecia. Mudança não tão agradável foi a pontualidade, ou melhor, a falta dela. Desde que cheguei não vi o trem que faz o trecho Colônia-Bonn (30km) chegar uma única vez pontualmente. E os atrasos são sempre de 20 minutos pra cima.

O primeiro casaco que comprei na H&M (vermelho) já tingiu minha mochila e deixa rastros em todas as roupas claras que uso com ele (sim, a tinta sai na lavagem. Mas poxa!). Além disso, apenas 1 mês após comprá-lo, ele já parece gasto. Resumo da ópera: a H&M virou o novo “bacião” da Alemanha.

O metrô agora está quase sempre sujo e fedendo. Okay que os metrôs de Paris, Bruxelas e Londres também não são limpos, nem cheirosos, mas numa cidade de 300 mil habitantes?

Churrasco à beira do rio Reno em outubro, Bonn

Comprei uma televisão de um veterano que foi embora antes de eu chegar, mas a ligo uma vez por semana (e olhe lá). Os comerciais (intermináveis) convidam o telespectador a ligar prum “0800” qualquer pra bater papo com pessoas desconhecidas, a se cadastrar num site pra encontrar a alma-gêmea e daí pra baixo. Os programas, salvo alguns, estão mais pra “Tarde de Família”, do SBT.

A organização… bem… digamos que já foi melhor.  O que será que aconteceu com a Alemanha nos últimos 8 anos?

A boa notícia é que o interesse pelo Brasil cresceu muito e as notícias que chegam aqui não retratam só a “pacificação das favelas cariocas”, mas também a economia, as quedas dos ministros, os avanços do governo, o desempenho da indústria, a posição do Brasil em encontros de cúpula e até a doença do nosso ex-presidente.  Conversando com colegas de trabalho – cada um de uma parte do mundo -, constatei que o Brasil finalmente deixou de ser o país só do futebol e do carnaval. Parece que finalmente estamos sendo levados à sério.

Anúncios

10 responses »

  1. Amei o post! Também tive essa impressão em dezembro, que tudo já não era assim tão “primeiro mundo”. Ou será que NÓS é que perdemos o olhar inferiorizado de terceiro mundo?

  2. Amei o post!!! 🙂 Esse blog tem futuro!!!!! 🙂 Depois que a se pega “gosto pela coisa” o difícil é parar de escrever! Claro que tem horas que o tempo encurta e não da pra escrever mesmo: meu blog ficou quase um ano largado… mas eu sempre volto :).
    E… pra completar, mto legal saber das diferenças… Qto as roupas, acho que acabou a era de roupa barata e qualidade. A contar pelo teu casaco vermelho… o negócio é comprar na KIK e na Primark. Pq nessas vc ja sabe de certeza que vai usar e jogar fora no mês seguinte!!!

    • Que bom que gostou, Ivana 🙂 Pior é que peguei gosto mesmo. Agora nos momentos de Langeweile fico pensando no que daria um bom post.hehe E sim, vc tem razão. As minhas roupas da Primark já parecem velhinhas, mas pelo menos não fui enganada…. sabia que por 2 pounds, um Pullover não podia mesmo durar muita coisa.hehe Beijo!

  3. Mamis e Gi aqui!! Mamis falou q vc continua escrevendo muito bem. Eu adoreei ler tudo por aqui. Fiquei feliz de saber que o mundo está olhando diferente pro Brasil, e que não somos os únicos piorando em alguns aspectos, rs
    Curti mto o blog. Parabéns lindinha.

      • Claro né? e já voltei hj msmo e já li o post novo, que adorei também. Se fosse no Brasil vocês não iam conseguir filmar de tanto curioso perturbando. Adorei ver o filminho, muito engraçadinho. E foi legal poder ver sua casinha (que visitarei em breve). Luv u

  4. Oi Karen. Sou amiga da Giselle, da faculdade, e ela me fez propaganda do seu blog. Li e adorei, Parabéns, você escreve lindamente! Aliás, isso parece que é de família, né?!
    A propósito, adorei saber que nosso país não é só noticiado por causa do futebol e do carnaval. Apesar de muitos discordarem, há uma riqueza cultural imensa nesse país!

    Bjus e muito sucesso pra você!!

    Dani

    • Oi Dani!

      Puxa, obrigada pelo elogio, mas, principalmente, por ler e comentar! Vou ter que pagar um recompensa pra Gisa por divulgar meu blog.hehe Mas a verdade é tô adorando voltar a escrever. Já estava enferrujando!
      E sim, o mundo já olha pro Brasil com outros olhos e essa foi a mudança que me deixou mais feliz!

      Mais uma vez, obrigada por ler e continue lendo e comentando! Vou adorar!

      Beijo!

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s